X
Menu

Dicas Técnicas

AC:

Sigla que determina o regime de alimentação de cargas em corrente alternada, normalmente senoidal. E a forma de alimentação fornecida pelas concessionárias de energia.

sagAfundamento de Tensão - SAG

O SAG é caracterizado pela redução momentânea do valor eficaz da tensão da rede elétrica.

 

altfrequenciaAlteração da Freqüência:

E quando a freqüência da rede sofre uma variação. Normalmente, seu valor e de 60Hz e é para esta freqüência que maquinas e equipamentos de forma projetados.
 

apagaoApagão (Black-out):

O apagão e caracterizado pela ausência total de energia elétrica.
 

Ampère (A):


Unidade de medida da intensidade da corrente elétrica.

Autonomia:


Tempo após a queda de energia de rede no qual o no-break permanece alimentando a carga conectada em sua saída.
Este tempo aumenta quando a carga diminui, e depende essencialmente da capacidade das baterias.

 

Baterias:


Dispositivos capazes de armazenar e fornecer energia elétrica em função de reações químicas podendo ser recarregadas diversas vezes. As baterias têm um tempo de vida útil, variando conforme a temperatura ambiente e o número de ciclos de carga-descarga.

Borne:


Dispositivo utilizado para conexão dos cabos de alimentação, de saída e das baterias ao no-break.

 

brownoutBrownouts:


Outro tipo de anomalia comum, o Brownouts é caracterizado pela drástica diminuição da tensão eficaz da rede elétrica por um período de tempo relativamente longo.

By-pass:


Dispositivo que assegura um caminho alternativo para a alimentação elétrica.

 

By-Pass Manual:


Normalmente utilizado para fins de manutenção (preventiva, corretiva, preditiva), permitindo que a carga seja alimentada diretamente pela rede elétrica.
esquema

Carga:


A carga é definida como sendo todo e qualquer equipamento ou dispositivo que necessita receber a alimentação de uma fonte de energia para funcionar.

 

Carga indutiva:


A carga indutiva e aquela constituída principalmente de motores e/ou transformadores.

Carga capacitiva:


Característica apresentada por cargas constituídas principalmente por capacitores. As cargas não lineares tais como as fontes chaveadas dos microcomputadores apresentam esta característica.

 

Carga de bateria:


É a quantidade de energia presente na bateria. Quando a bateria esta em plena carga, por exemplo, quer dizer que ela esta com sua capacidade de acumulação de cargas completa, pronto para uso. Diz-se que uma bateria esta descarregada quando ela não esta em condições de fornecer energia.

Chave estática:


Chave eletrônica, constituída de semicondutores, com rápida comutação, sem componentes eletromecânicos.

 

Corrente Alternada:


Varia de polaridade e valor ao longo do tempo. Também conhecida pelas siglas CA e AC.

Corrente Continua:


Tem sempre a mesma polaridade, podendo ser seu valor constante ou variável. Também conhecida pelas siglas CC ou DC

 

Corrente de Entrada:


Corrente consumida pelo equipamento através da sua alimentação elétrica. O valor da corrente de entrada será proporcional a carga conectada ao no-break. Seu valor máximo será determinado pelos dispositivos de proteção como fusíveis e disjuntores.

Corrente de Saída:


Corrente fornecida pelo no-break a carga conectada a sua saída. O valor de corrente de saída também será proporcional a quantidade de equipamentos conectados na saída do no-break. Seu valor maximo será determinado pela capacidade do no-break.

 

Dupla-Conversão:


Tecnologia presente em no-breaks que transforma a corrente alternada em corrente contínua pelo retificador, que mantém carregadas as baterias e ao mesmo tempo alimenta o inversor, responsável por fornecer corrente alternada para a carga.

Fator de Potência:


Fator multiplicativo que determina a capacidade em Watts na saída do no-break. Exemplo: Um equipamento de 10 kVA com fator de potência (fp) igual a 0,8 proporciona 8 kW em sua saída.

 

Falha de Rede:


São diversos os tipos de fenômenos que podem afetar a alimentação elétrica do no-break. Por exemplo: Alteração da freqüência, Apagão sobretensão de rede, Subtenção de rede, Brownouts, Surtos de tensão spike, Afundamento de tensão - SAG.

Freqüência de rede:


A freqüência de rede e um dos parâmetros que define um regime de alimenta5ao AC. É um valor que representa o numero de ciclos por segundo. No Brasil, o valor padrão adotado para a freqüência é 60 Hz (60 oscilações ou ciclos por segundo).

 

Hertz (Hz):


Unidade de medida de freqüência. O padrão no Brasil é 60Hz.

Inversor:


Circuito responsável por transformar a corrente contínua proveniente do circuito retificador ou baterias em corrente alternada (senoidal) para alimentar a carga.

 

Onda Senoidal:


Sua forma é uma senóide (ver figura). Regulada pela sua amplitude que corresponde ao valor de tensão em Volts.

senoidegrande

On-line:


Tecnologia onde a carga conectada ao no-break esta constantemente sendo alimentada pelo circuito inversor, não havendo tempo de transferência no caso de falha de rede.

 

Potencia:


Capacidade máxima do no-break. Geralmente expressa em VA.

Retificador:


Circuito responsável por transformar a corrente alternada proveniente da rede elétrica em corrente contínua para alimentar as baterias e o circuito inversor.

 

sobretensaoSobretensão de rede:


Um dos tipos de anomalia mais comum, a sobretensão é caracterizada pelo aumento da tensão eficaz da rede elétrica.

subtensaoSobtensões de rede:


A subtensão e caracterizada pela diminuição da tensão eficaz da rede elétrica por um período de tempo relativamente longo.

 

Sobrecarga:


Excesso de carga conectada a saída do no-break.

Sobre-temperatura:


Temperatura acima do aceitável para o correto funcionamento do no-break.

 

Tempo de Transferência:


Corresponde ao tempo que o no-break leva para transferir a alimentação da carga via rede para as baterias. Em equipamentos on line dupla conversão o tempo de transferência é zero.

Tensão:


Corresponde a amplitude da forma de onda senoidal. Normalmente denominada voltagem.

 

Volt Ampère (VA):


Unidade de medida de potencia aparente.

Volts (V):


Unidade de medida de tensão.

 

Watts (W):


Unidade de medida de potência ativa. Obtida através da multiplicação da potência aparente pelo fator de potencia.